Musical infantil O Gato de Botas e Bombachas


A famoso conto do gato de botas acaba de ganhar uma versão gauchesca para os palcos. Com texto de Charles Ferreira e direção de Airton de Oliveira, o espetáculo musical O Gato de Botas e Bombachas estreia em Porto Alegre neste fim de semanafazendo uma adaptação da clássica história infantil para o Rio Grande do Sul do final do século XIX.

Realizada pela Telúrica Produções e com montagem da Cia Vento Minuano, a peça fica em cartaz no Teatro Renascença de 6 a 21 de julho, com sessões nos sábados e domingos, às 16h. Os ingressos custam R$ 30 no valor inteiro e R$ 15 para quem tem direito à meia-entrada e podem ser adquiridos antecipadamente no site www.tcheofertas.com.br ou na hora do espetáculo na bilheteria do Teatro Renascença. Com direção musical de Arthur Barbosa, a montagem tem texto rimado e conta com 21 canções originais, criadas especialmente para a o espetáculo. Uma parte da trilha sonora é gravada e a outra é cantada e tocada ao vivo pelo elenco. Em cena estão os atores Dejayr Ferreira tocando percussão, Fabrizio Gorziza com o acordeon, Luciano Pieper tocando violão, Rodrigo Waschburguer com violão e bombo leguero e Tom Peres no violão e na percussão. No conto original de 1967, escrito pelo francês Charles Perrault, três irmãos recebem como herança de seu pai um gato de estimação. Depois de ganhar um par de botas, o felino consegue convencer um rei muito poderoso de que pertence a um fidalgo chamado Marquês de Carabás, e consegue ao seu dono a mão da princesa em casamento. Na versão gauchesca, o gato tem jeito de detetive, usa bombachas e vive no Rio Grande do Sul, na fronteira entre o Brasil e o Uruguai. Após ser enfeitiçado e começar a falar, ele provoca uma série de trapalhadas para desvendar os roubos de gado que vêm acontecendo na propriedade de um grande fazendeiro gaúcho, o Coronel Pedro Caetano. Entre uma confusão e outra, o animal de estimação consegue solucionar o caso e ainda ajuda seu dono, Clementino, a casar com a filha do poderoso fazendeiro. Ficha técnica Elenco: Dejayr Ferreira, Fabrizio Gorziza, Luciano Pieper, Rodrigo Easchburguer e Tom Peres Texto: Charles Ferreira Direção: Airton de Oliveira Assistente de direção: Sandra Loureiro Direção musical e trilha sonora gravada: Arthur Barbosa Músicos na trilha gravada: Arthur Barbosa (violino e regente), Dhouglas Umabel (viola e violino), Diego Silveira (percussão e bateria), Eduardo Knobe (piano), Henrique Amado (flauta e flautín), José Milton Vieira (trombone), Matheus Kleber (acordeon) e Rafael Honório (violoncelo). Gravação da trilha sonora: Estúdio Porta da Toca Técnico de gravação: Bruno Klein Trilha sonora acústica: Dejayr Ferreira (percussão), Fabrizio Gorziza (acordeon), Luciano Pieper (violão), Rodrigo Waschburguer (violão e bombo leguero) e Tom Peres (violão e percussão) Criação do figurino: Claudio Benevenga Criação e execução do cenário: Marcos Buffon Criação de luz: Nara Lúcia Maia Coreografias: Sayonara Sosa Preparador vocal: Márcio Buzatto Programação visual: Bento Abreu Confecção de figurino: Naray Pereira Administração e produção executiva: Marcos Buffon Diretor de produção: Airton de Oliveira Montagem: Cia Vento Minuano Realização: Telúrica Produções SERVIÇO O Gato de Botas e Bombachas De 6 a 21 de julho Sábados e domingos, às 16h Teatro Renascença (Av. Erico Veríssimo, 307 – Azenha – Porto Alegre/RS) Classificação etária: Livre Duração: 50 minutos Ingressos R$ 30,00 (inteiro) R$ 15,00 (meia-entrada) Vendas Online: www.tcheofertas.com.br e www.entreatosdivulga.com.br/bilheteria Bilheteria do Teatro Renascença: somente nos dias das apresentações, das 15h às 16h

#Julho19

155 visualizações

© Site orgulhosamente criado pela equipe PoaCult para você.

Faça contato conosco, envie e-mail para poacult@poacult.com.br