Estreias da Semana


Três suspenses americanos, entre eles o controverso "Mãe!", do cineasta Darren Aronofsky; a comédia nacional divórcio e a história do artista frances Auguste Rodin marcam as estreias dessa semana. Bom filme!

Divórcio

Comédia | 12 Anos | 105 min.

A trama acompanha a história de Noeli, que é roubada do altar por Júlio. O casal leva uma vida humilde, mas enriquece quando o molho de tomate Juno, criado por eles, torna-se um sucesso. Com o passar dos anos, os dois abrem uma grande empresa e enriquecem, mas o dinheiro e a rotina os distancia. E um mal entendido é a gota d'água para a separação. Para defender o patrimônio, cada um tenta achar o melhor advogado para si, o que gera um processo de divórcio cheio de confusões e com cenas hilárias.

Título Original: Divorcio Elenco: Murilo Benício, Camila Morgado Diretor: Pedro Amorim

O Sequestro

Suspense | 12 Anos | 94 min.

Uma mulher (Halle Barry), que tem seu filho sequestrado em um parque local, embarca numa corrida contra o tempo para salvá-lo.

Título Original: Kidnap Elenco: Halle Berry, Dana Gourrier, Christopher Berry Diretor: Luis Prieto

Mãe!

Suspense | 16 Anos | 121 min.

Um casal tem o relacionamento testado quando pessoas não convidadas surgem em sua residência acabando com a tranquilidade reinante.

Título Original: Mother Elenco: Jennifer Lawrence, Javier Bardem Diretor: Darren Aronofsky

O Assassino: o Primeiro Alvo

Suspense | 16 Anos | 113 min.

Stan Hurley (Michael Keaton), veterano da Guerra Fria, recebe sua tarefa mais complexa enquanto agente de treinamento da CIA quando o seu superior ordena que Hurley treine um ex-soldado das forças especiais, cujo estado psicológico está devastado após a morte de sua noiva.

Título Original: American Assassin Elenco: Dylan O`brien, Michael Keaton Diretor: Michael Cuesta

Rodin

Drama | 14 Anos | 120 min.

Em Paris de 1880, Auguste Rodin finalmente recebe, aos 40 anos, sua primeira encomenda do Estado: A Porta do Inferno, obra composta de figuras que farão sua glória, como O Beijo e O Pensador. Ele divide sua vida com Rose, sua eterna companheira, quando conhece a jovem Camille Claudel, sua aluna mais talentosa, que rapidamente torna-se sua assistente e, em seguida, sua amante. Dez anos de paixão, mas também dez anos de admiração e cumplicidade compartilhada. Após a dissolução, Rodin continua a trabalhar com determinação. Ele deve encarar a rejeição e o entusiasmo que a sensualidade da sua escultura provoca e assina com seu Balzac, rejeitado enquanto vivo, ponto de partida incontestável da escultura moderna. SELEÇÃO OFICIAL DE CANNES 2017.

Título Original: Rodin Elenco: Vicent Lindon, Izia Higelin Diretor: Jacques Doillon


10 visualizações

© Site orgulhosamente criado pela equipe PoaCult para você.

Faça contato conosco, envie e-mail para poacult@poacult.com.br