Edu Falaschi em POA [Review]


Baixava uma tremenda cerração na noite do dia 27/07/2017 no entorno do Bar Opinião. Clima perfeito pra galera do metal curtir e matar a saudade de Edu Falaschi, na turnê Rebirth of Shadows. Aliás, saudade foi o que trouxe essa turnê pra Porto Alegre - Edu queria relembrar seus anos de Angra e juntou os velhos parceiros Aquiles Priester e Fábio Laguna pra tocar as músicas que marcaram essa época. A Abstratti Produtora tornou realidade e o PoaCult tava lá mais uma vez pra te contar como foi. Curte aí!

Ao som da Intro "Deus Le Volt", Aquiles Priester assume a batera ovacionado, seguido do guitarrista Diogo Mafra e Raphael Dafra, da banda Almah, Fábio Laguna nos teclados, e Roberto Barros - um dos grandes guitarristas da nova geração. Seleção formada, Edu Falaschi assume os microfones e abre os trabalhos com "Spread Your Fire". Em seguida, "Acid Rain" e "Running Alone" encerram a abertura.

Falaschi aproveita pra conversar com a galera, perguntando se alguém lembrava quanto tempo desde a última vez que estivera em Porto Alegre. E a galera responde! Foi com o Almah, a última banda que teve os vocais de Edu, que passa a mão no violão e emenda "Wishing Well", do álbum clássico do Angra: Temple of Shadows. Em seguida um baião de peso come solto com a versão em português de "Hunters and Prey": Caça e Caçador.

O bloco encerra com a épica "Angels and Demons" e aos gritos de "Edu! Edu!". O público também presta homenagem ao ""gaúcho" Aquiles (Aquiles é sul africano, mas já morou um tempinho em Porto Alegre, onde ajudou a fundar a clássica banda Hangar).

Falaschi mais uma vez pega o violão e, para delírio dos nerds metaleiros presentes no Opinião, executa um dos temas do anime japonês "Cavaleiros do Zodíaco" chamado "Pegasus Fantasy". Mostrando versatilidade - e pra dar um descanso no diafragma - Edu dedilha sua versão de "Trem das Onze", dos lendários Demônios da Garoa. Depois, ele saca seu celular e pede a colaboração da galera pra cantar "Late Redemption".... e testemunhamos um belíssimo coral captado no vídeo do Edu e que reproduzimos mais abaixo.

O que se segue após é algo fantástico: a performance de um dos melhores bateristas do mundo em seu momento solo, com direito à trilha de "Brasileirinho". Com os batimentos acelerados, Falaschi convoca mais uma vez o público para cantar e pergunta para Fábio Laguna se ele já tinha ouvido os gaúchos cantarem seu hino... Não há a necessidade de dizer que foi de arrepiar. "Se um décimo do Brasil fosse que nem vocês, a gente não estaria nessa situação", afirma Edu. Tomado pela emoção, também sugere que um terrorista passe por Brasília e... melhor deixar pra lá e apresentar a banda, onde Edu destaca o guitarrista Roberto Barros. "Desafiei ele a fazer o que o Kiko (Loureiro) fazia e esse cara tirou nota por nota!" Quando Falaschi anuncia o nome de Aquiles Priester, o Opinião vem abaixo, tamanha a admiração do público ao talento do baterista.

Aquiles é um monstro* e reconhecidamente um dos melhores do mundo, assim como o Edu é um dos maiores vocalistas do mundo, como o Kiko Loureiro - atualmente no Megadeth, mas que já tocou com os dois no Angra - é um dos melhores guitarristas do mundo...o talento, somado com a história de vida desses caras e a dedicação ao seus ofícios é inspirador. E eles são daqui. São brasileiros e público enxerga neles um modelo a ser seguido e admirado em meio a tanta coisa ruim que acontece em nosso país. A humildade e o carisma que eles passam só aumenta o respeito do público. Edu e Aquiles a todo momento dirigiam-se à plateia batendo um papo de boas - inclusive conversando diretamente com algumas pessoas. O Opinião se transformou em uma casa onde uma grande família se reuniu - pessoas desconhecidas se olhavam e sorriam, agitando mãos e lábios no ritmo da música....

Aproveitando a empolgação, Aquiles assume o microfone pra ser taxativo: Porto Alegre é a capital do metal!! E faz as honras de apresentar o astro da noite, Edu Falaschi!

O show encerra com as clássicas "Rebirth" e "Nova Era" nos deixando com aquele gostinho de ter testemunhado um dream team do heavy metal aqui em Porto Alegre. Pr'aqueles que pensam que rock é coisa do 'demo', o show provou que a família metal é uma das mais queridas e que a música só serve para fortalecer ainda mais a sua união. Longa vida ao rock, longa vida ao metal!! Até a próxima cobertura ;)

Texto: Adriano Moreira

Fotos: Rafael Severo

Edição: Peterson Brum

*Desconfiamos que Aquiles Priester gosta da alcunha "monstro"... :)


31 visualizações

© Site orgulhosamente criado pela equipe PoaCult para você.

Faça contato conosco, envie e-mail para poacult@poacult.com.br