Discografia Pop Rock Gaúcho acontece neste final de semana no Araújo Vianna


Salve amigos,

O Discografia Pop Rock Gaúcho está de volta! Uma nova edição do projeto acontece no Araújo Vianna, em Porto Alegre.

Nesta edição, novamente serão apresentados quatro shows inéditos, onde os convidados executarão na íntegra e na ordem álbuns clássicos de suas respectivas carreiras.

No sábado, dia 10 de junho, o projeto recebe os shows de Vitor Ramil tocando o álbum “Ramilonga” de 1997 e de Ian Ramil tocando seu primeiro disco “Ian" de 2014. Esta será a primeira vez que pai e filho dividirão o palco do mesmo evento. Já no domingo, dia 11, Maria do Relento toca o álbum “Maria do Relento” de 1995 e Rosa Tattooada apresenta o álbum “Rosa Tattooada” de 1992.

E como não poderia ser diferente, mais uma vez os shows serão gratuitos. Um lote de ingressos será distribuído na bilheteria do Araújo Vianna, mediante a apresentação de documento de identificação com cpf. O restante dos ingressos serão distribuídos no dia de cada evento, a partir das 12h. Poderá ser retirado apenas dois ingressos por cpf (ou dois ingressos para o mesmo dia, ou um ingresso para cada dia).

Discografia Pop Rock Gaúcho é financiado pelo Pró-Cultura RS através do patrocínio da Net Claro e tem apoio da Conteúdo Gestão Cultural e do Grupo Austral. É uma criação da Olelê e uma realização da Mezanino e Mais Além Produções.

Rosa Tattooada

O álbum de 1992 da Rosa Tattooada foi lançado pela Sony Music. Produzido por Thedy Corrêa, do Nenhum de Nós, o disco tornou a banda conhecida em todo o Brasil - época em que abriram shows do Guns n Roses (RJ e SP)- e lançou clássicos como "Tardes de Outono", "Na Estrada", "Voando Baixo", "Voltando Pra Casa" e a lendária "O Inferno Vai Ter Que Esperar"! Parceria de Thedy & Jacques Maciel, "Inferno" é uma das músicas mais tocadas na história do rádio no Rio Grande do Sul.

Vitor Ramil

"Ramilonga" é uma espécie de marco zero na carreira de Vitor Ramil. No disco de 1997, Vitor estabeleceu as sete cidades da milonga (ritmo comum ao Rio Grande do Sul, Uruguai e Argentina): Rigor, Profundidade, Clareza, Concisão, Pureza, Leveza e Melancolia. Através delas a poesia de onze “ramilongas” percorre o imaginário regional gaúcho mesclando o linguajar gauchesco do homem do campo à fala coloquial dos centros urbanos. No disco de grande sucesso do cantor, o canto forte gauchesco deu lugar a uma expressividade sofisticada e suave, utilizando instrumentos indianos como sitar, tablas e tambura, que nunca antes tinham sido reunidos neste gênero de música. Ian Ramil

“Ian” de 2014 foi o primeiro disco lançado por Ian Ramil. Gravado na Argentina e com produção do Matías Cella - que produziu Jorge Drexler, entre tantos outros grandes artistas - o álbum lançou canções emblemáticas como “Suvenir", "Segue o Bloco" e "Seis Patinhos”. Elogiado pelo público e imprensa, o disco permitiu a Ian levar sua primeira turnê de shows para os Estados Unidos (Nova Iorque), Colômbia, México e para diversas cidades do Brasil.

Maria do Relento

Com o disco de estreia de 1995, a Maria do Relento conquistou logo seu lugar no cenário nacional ao trazer uma proposta inovadora e irreverente. Lançado pela Excelente Discos – sociedade entre a banda Titãs e o produtor Carlos Eduardo Miranda – o disco lançou hits como “É fácil Dizer Adeus”, “Ritmo de Festa” e “Conhece o Mário?“, que recebeu indicação para a premiação da MTV, o VMB de 1995, no quesito Escolha da Audiência.

Serviço:

O Que: Discografia Pop Rock Gaúcho 2017 Quando: 10 e 11/06, sábado e domingo Onde: Auditório Araújo Vianna End.: Av. Osvaldo Aranha, 685 - Parque Farroupilha. Quanto: Entrada Gratuita

Sábado: Abertura: 17h 18h30: Ian Ramil tocando “Ian" de 2014 20h: Vitor Ramil tocando “Ramilonga” de 1997

Domingo: Abertura: 17h 18h30: Maria do Relento tocando “Maria do Relento” de 1995 20h: Rosa Tatooada tocando “Rosa Tattooada”, de 1992

Classificação: Livre

Informações: facebook.com/discografia.rockgaucho


13 visualizações

© Site orgulhosamente criado pela equipe PoaCult para você.

Faça contato conosco, envie e-mail para poacult@poacult.com.br